Wellington Dias diz que novos secretários serão escolhidos até abril

0

O governador Wellington Dias (PT) afirmou, ao dar posse, na tarde de sexta-feira, no Palácio do Karnak, ao deputado federal Fábio Abreu (PR) na Segurança Pública e ao ex-deputado federal Osmar Júnior (PC do B) na Secretaria de Governo, que vai escolher e nomear os novos secretários até o final do mês de abril.

“Em primeiro lugar, é preciso tratar da organização necessária do que saiu do projeto da Assembleia. O objetivo era garantir que pudesse ter as condições para essa largada. Quero dialogar com as lideranças que compuseram nossa vitória e ter a responsabilidade da governança, que vamos fazer no mês de abril. Agora devemos tratar e buscar dar posse das áreas onde acontecem mudanças. A partir do final de semana, começo a ter esse diálogo. A reforma será sancionada. Sou grato à Assembleia e a todos os parlamentares. Ao assinar aqui a ata da posse, quem assume, assume um contrato de gestão com as metas que o governador está definindo com base no nosso programa de governo para cada área. Ao mesmo tempo quero agora trabalhar para que em cada área tenha as pessoas com condições técnicas na parte que há exigências da qualificação necessária para compor a equipe”, falou Wellington Dias.

O governador Wellington Dias agradeceu ao trabalho desenvolvido pelos ex-secretários e ressaltou a importância do diálogo com as lideranças políticas para que o Estado tenha as condições de avançar.

“Preciso ter comigo quem está desde o nascedouro, tratando da organização necessária para cumprir aquilo que saiu do projeto da Assembleia. O objetivo era exatamente garantir que a gente pudesse ter as condições de dar essa largada. Quero agora dialogar com as lideranças estaduais que comigo compuseram essa vitória e têm a responsabilidade da governança. Vamos fazer isto nesse mês de abril e, nos próximos dias, também dar posse aqui nas áreas onde acontecerão mudanças”, falou Dias.

O governador Wellington Dias não quis comentar as declarações do presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, que criticou a timidez da reforma administrativa do Governo do Estado.

O secretário Fábio Abreu iniciou sua fala agradecendo ao trabalho que o coronel Rubens Pereira desenvolveu ao longo destes meses à frente da Secretaria de Segurança Pública. O secretário empossado ressaltou ainda os seus compromissos para a gestão que se inicia. “É um prazer voltar a esta gestão e sabermos que nós temos profissionais de destaque nacional. Eu sempre acreditei e hoje isto é comprovado pelo aplicativo Salve Maria. Nós temos excelentes profissionais na Polícia Civil, Polícia Militar e essa equipe tem sim condições de se destacar muito mais. O nosso objetivo é buscar condições para que os nossos profissionais possam desenvolver o trabalho e a capacidade que têm. Esse será o nosso principal objetivo. Nossa ações serão voltadas e pautadas nessa valorização”, disse.

“Cada um tem seu estilo, sua forma de fazer as coisas. Quero seguir com um plano que tem um objetivo muito claro: retirar o Piauí, que era um patinho feio, e passe a ser um Estado com alto desempenho. Temos um plano para todas as ações que aumentam a qualidade de vida”, disse o governador.

Wellington Dias afirmou que o diálogo resolverá as desavenças dos partidos de sua base de apoio na disputa durante a divisão dos cargos de direção dos órgãos públicos estaduais.

“Nada que não se resolva com diálogo. Vamos trabalhar tendo o diálogo como prioridade”, garantiu.

O secretário de Governo Osmar Júnior reforçou a necessidade de redução de gastos para que o Estado não perca a sua capacidade de investimento. “Para este ano, o Estado tem a necessidade de uma política de contenção de gastos. O governador lançou um programa, extinguiu cargos, órgãos, no sentido de enxugar mais os gastos para garantir os serviços essenciais e não perder de vista investimentos que possam elevar o IDH”, declarou.

 

Fonte: Meio Norte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here