Vídeo: suspeitos confessam latrocínio de mototaxista no Piauí

0

Em vídeo, os suspeitos do latrocínio [roubo seguido de morte] do mototaxista José Hilton Pereira Costa, 51 anos, confessaram o crime. O caso ocorreu na cidade de Nazária, região da Grande Teresina. José Nery de Sousa, 18 anos, e um adolescente de 17 anos contaram que abordaram a vítima para roubar e que houve luta corporal.

“A gente abordou ele como um assalto com uma arma de fabricação caseira. A gente disse: rapaz isso aqui é um assalto. A gente só queria o dinheiro, os pertences. Ele só pediu pra gente sair do meio da rua […]  a gente tentou tomar o dinheiro da mão dele. Foi na hora que ele reagiu e tentou me furar, me mordeu. Corri, peguei o pau e taquei na cabeça dele e arrastamos ali para baixo”, relataram os suspeitos.

Para evitar testemunhas, a vítima foi obrigada a adentrar no matagal e percorrer cerca de 500 metros na vegetação. Na sequência, os suspeitos iniciaram as agressões contra a vítima que sofreu uma lesão de defesa no braço e múltiplas lesões na cabeça provocadas com um pedaço de madeira.

No vídeo, os dois disseram ainda estarem arrependidos do crime. “Como é que fizemos o negócio desse praticamente para nada”, disse a dupla.

A vítima havia saído de casa na última sexta-feira (20)  para fazer uma doação de roupas. O corpo só foi encontrado no domingo (22).

De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ,após o crime, a dupla despiu a vítima em busca de dinheiro e com o objetivo atrapalhar a investigação e levar à hipótese de crime passional.

“Mataram para roubar e, inclusive, tiraram a roupa da vítima justamente para levar o aparelho policial a outra hipótese de crime. Contudo, a gente aprendeu a pensar como criminoso, mas para descortinar o crime”, disse o delegado Francisco Costa, o Baretta, coordenador do DHPP.

O DHPP disponibiliza o número 181 para denúncias anônimas.

 

 

 

Fonte: Cidade verde

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here