VERA MENDES | Em meio a pandemia, professor Jairo Costa se reinventa e desenvolve atividades culturais remotas e itinerantes

0

Atuante no cenário cultural em várias cidades do Piauí há mais de 10 anos, o professor e capoterapeuta Jairo Costa, da cidade de Vera Medes, tem se reinventado em meio a pandemia, com o intuito de continuar levando cultura e qualidade de vida a diversas pessoas.

Desenvolvendo trabalhos com a dança, capoeira e capoterapia, Jairo adotou novas metodologias para se adaptar ao período vivenciado. O professor tem atuado com atividades remotas, através de plataformas virtuais e também ações itinerantes.

Jairo disse que a aceitação a nova forma de trabalho tem sido positiva. “Agora na quarentena resolvi me reinventar, me dar o direito de aprender.  Conheci uma plataforma virtual através de uma mentoria de um profissional chamado Denis Costa, que transferiu para a gente essa plataforma e eu agreguei a todas as prefeituras que atuo e também alunos particulares. Graças a Deus a aceitação foi bem positiva. Tenho muito orgulho de dizer que agora na quarentena eu não parei de atuar nenhum dia, desde o início do isolamento social. Continuo levando conteúdo para os meus alunos de maneira dinâmica e eficaz”.

Ele disse que ampliou projetos e tem investido na capoterapia itinerante com idosos. “Também ampliei meus projetos, sendo que desenvolvi a gincana do afeto virtual em Jaicós, que é uma cidade onde não tenho trabalho contínuo. Estou também semeando a capoterapia itinerante em algumas cidades, porque os idosos precisam muito da gente no cenário que nos encontramos, devido serem mais vulneráveis”.

Sobre a dança, ele destacou a realização de uma arraia virtual, que teve grande participação. “Tenho também um trabalho de dança, no qual a gente desenvolveu o primeiro arraiá virtual, com mais de 30 famílias participantes. Eles decoraram as casas com tema junino e foi fantástico. Temos ainda o programa capoeira em casa, onde a gente entrega conteúdo e tarefas para eles desenvolverem no dia a dia. Tem a prática, a musicalidade, estudo de instrumentos e também o diálogo familiar, que é uma das ações importantes que desenvolvo na família”.

Tanto na dança, quanto na capoeira, o professor compartilha conteúdos semanalmente com os alunos, através de plataforma virtual, e todas as atividades são realizadas em casa. Na capoeira, além da prática, são trabalhados também os aspectos emocionais, educacionais e socioeducativos.

Já na capoterapia, tem sido desenvolvido o projeto “Capoterapia itinerante: mais alegria na sua porta”, através do qual são realizadas visitas nas residências, seguindo todas as medidas de segurança.

 

Fonte: Cidades Na Net

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here