Seleção feminina perde para os EUA e enfrentará turcas na semi da Liga das Nações

0

Em duelo entre equipes classificadas antecipadamente às semifinais da Liga das Nações, a seleção brasileira feminina perdeu para os Estados Unidos por 3 sets a 1, com parciais de 25/18, 25/19, 20/25 e 25/21, nesta sexta-feira, em Nanquim. Com isso, ficou em segundo lugar no Grupo B da fase final da competição.

Nos dias anteriores, brasileiras e norte-americanas haviam vencido a Polônia, o que lhes garantiu a classificação antecipada às semifinais da Liga das Nações. Assim, o jogo desta sexta valia a liderança da chave, que ficou com a seleção dos Estados Unidos. Já o Brasil, na segunda posição do Grupo B, terá pela frente a Turquia, primeira colocado do Grupo A com dois triunfos, na próxima fase.

A semifinal entre brasileiras e turcas está marcada para as 4 horas (de Brasília) deste sábado. As equipes se enfrentaram na rodada final da etapa inicial da Liga das Nações, com a Turquia se dando melhor ao triunfar por 3 sets a 2, em casa, na cidade de Ancara.

Com o Brasil garantido na próxima fase, o técnico José Roberto Guimarães optou por poupar as principais jogadoras, escalando a seleção com Amanda, Mara, Roberta, Tainara, Carol, Lorenne e a líbero Natália Araújo. Além disso, acionou Paula Borgo, Macris, Gabi e Mayany durante o duelo.

Os Estados Unidos, treinados por Karch Kiraly, também não utilizaram a força máxima e viram Jordan Thompson brilhar pelas atuais campeãs da Liga das Nações, com 33 pontos. No lado brasileiro, Lorenne fez 21 pontos, enquanto Tainara marcou dez.

No primeiro set, as norte-americanas estiveram praticamente sempre à frente no placar, deslanchando a partir da metade da parcial para vencê-la por 25/18. O segundo set teve roteiro parecido, embora dessa vez as brasileiras tenham conseguido liderar o placar em alguns momentos. Mas os Estados Unidos, liderados por Thompson, abriram vantagem no fim e venceram novamente, por confortáveis 25/19.

Para o terceiro set, o Brasil voltou à quadra com uma modificação, a entrada de Mayani na vaga que vinha sendo de Carol. A disputa foi acirrada no começo da parcial, mas dessa vez a seleção conseguiu ser superior nos momentos mais decisivos, fechando a disputa em 25/20.

A seleção brasileira, porém, não conseguiu empatar o jogo no quarto set. Até realizou uma parcial equilibrada, mas Thompson voltou a fazer a diferença para as norte-americanas, que assim venceram por 25/21, fechando o jogo em 3 a 1, o que lhes garantiu o primeiro lugar do Grupo B da fase final da Liga das Nações.

 

 

 

Fonte: Estadão Conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here