PRF inicia operação nos trechos de rodovias considerados mais perigosos do Piauí

0

A Polícia Rodoviária Federal inicia nesta quinta-feira (14) uma operação com foco nos dois pontos da malha viária do Piauí que mais registraram acidentes graves entre março e abril: a BR-316, na saída Sul de Teresina, e a BR-343. Segundo a PRF, nos dois trechos cinco pessoas morreram entre os dias 11 de março e 30 de abril.

A operação tem ainda a intenção de reduzir a quantidade de pessoas que possam vir a precisar de leitos hospitalares durante o período da pandemia de coronavírus, e assim ocupar vagas que poderiam ser destinadas a pacientes com Covid-19.

Nos primeiros 20 quilômetros da BR-316 a partir da saída de Teresina, trecho que é alvo constante de críticas de usuários por conta das más condições da via, três pessoas morreram no período analisado pela PRF. Aconteceram 19 acidentes, e oito foram considerados graves. Em um desses casos, a enfermeira Eudoxia Ianni Lima Verde da Silva, de 42 anos, faleceu e outras quatro pessoas ficaram feridas.

Na BR-316, num trecho de apenas 10 quilômetros na saída de Amarante, houve dois acidentes, sendo os dois graves, e que causaram a morte duas pessoas.

Segundo o inspetor Alexsandro Lima, da PRF, a fiscalização irá focar em coibir as principais infrações de trânsito que causam acidentes graves: a ultrapassagem em local proibido, excesso de velocidade e o uso de bebida alcoólica pelos motoristas.

O foco deve ficar ainda maior sobre as motocicletas, por serem os motociclistas as maiores vítimas de acidentes graves. “Comprovamos estatisticamente que os motociclistas são mais vulneráveis às consequências dos acidentes”, disse o inspetor.

Segundo a PRF, em todo o Piauí, de janeiro até esta quinta-feira (14), 42 pessoas morreram em acidentes nas rodovias federais. Foram registrados 414 acidentes, que deixaram 454 pessoas feridas.

Fonte: G1 PI

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here