Presos da Operação Guará no Piauí são transferidos para o Amazonas

0

Os sete presos durante a Operação Guará no Piauí foram transferidos para Manaus, na manhã desta quarta-feira (31/07), por policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado – DRCO do Amazonas.

Uma operação de segurança foi formada no aeroporto de Teresina com apoio de policias civis do Piauí e do Amazonas, além da Policia Federal e da segurança da Infraero, para realizar o embarque dos sete presos no avião do Governo do Estado do Amazonas, sem assustar os demais passageiros. Os criminosos ficaram em área isolada do aeroporto.

“Está viagem vai obedecer todos os padrões de segurança, por se tratar de indivíduos de periculosidade alta, nós contamos com apoio da Polícia do Piauí, Polícia Federal e a segurança da Infraero, então está operação está dentro de toda a normalidade de segurança possível.” contou o coordenador da Operação Guará, Domingos Guimarães.

Em entrevista exclusiva ao Jornal Agora, da Rede Meio Norte,  um delegado da Policia Civil do Amazonas, que não quis ser identificado, afirmou que as investigações iniciaram após os assassinatos no Sistema Prisional do Amazonas, que ocorreram nos dias 26 e 27 de maio.

“Foi a partir de uma investigação preliminar onde a gente colheu elementos que  apontam a participação dos mesmos em uma trama que resultou nos assassinados dos sistemas prisional de Manaus, nos dias 26 e 27 de maio, a partir dessas mortes entramos em campo para investigar para saber de onde partiu as ordens, as circunstâncias e meios empregados. Fizemos um trabalho de investigação durante dois meses e detectamos que essas pessoas que estão envolvidas nos crimes estão espalhadas em várias  cidades do país. Fizemos o cumprimento do mandado e agora estamos levando para concluir as investigações e colocar-los a disposição da justiça.” contou o delegado.

Entenda o caso

A Operação aconteceu na última sexta-feira (26/07) e terminou com a prisão de sete pessoas no Piauí, três no Rio Grande do Norte e quatro em Santa Catarina.

Entre os presos estão os piauienses, Franco Jorge da Conceição, Daniel Fernandes Benvindo de Sousa, Romário Ramalho Pinto, Francisco Chaves de Araújo, Rômario Rafael dos Santos (piauiense preso no Rio Grande do Norte), Raquel Barbosa Oliveira, Marilena Sanches Pereira, Cinélia Silva Prata.

Todos os acusados são ligados a facção Família do Norte, conhecida como FDN e teriam participado do assassinato de Magdiel Barreto Valente, conhecido como Magnata, que foi sequestrado aqui em Teresina em maio deste ano e mantido em cativeiro na zona Sul da capital e logo depois foi assassinado. O corpo foi encontrado em uma estrada na cidade de Caxias no Maranhão. Dias após a sua morte, rebeliões ocorreram em cinco presídios do Amazonas provocando a morte de 56 detentos.

 

 

 

Fonte: Jornal MN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here