Picos | Motoristas de transporte alternativo fazem manifestação

0

Motoristas de vans de Picos realizaram um protesto no início da manhã desta terça-feira (30). Os veículos se concentraram em frente à Prefeitura de Picos. Cerca de 250 pessoas participaram da manifestação.

Entre as reivindicações do grupo está a regulamentação da Lei n° 13.640, e que cessem a indulta das multas e que os proprietários de vans tenham o direito de ir e vir a Picos sem serem perseguidos.

Segundo o presidente da Cooperativa de Transportes de Dom Expedito Lopes (Cotransdel), João Quinoa, já foram feitas diversas tentativas para que seja regulamentada a demanda da categoria.

“Estamos aqui cobrando a regulamentação da Lei n º 13. 640, que regulamenta o transporte remunerado privado individual de passageiros. […] Infelizmente eles não têm tempo para receber pessoas que não tem formação, […] mas iremos ingressar com um mandado de segurança acerca da atuação deles nas rodovias federais”, disse

O advogado Felipe Rodrigues destacou a importância da categoria está realizando a manifestação e explicou a importância da Lei n° 13.640 para os motoristas de transporte alternativos.

“ A manifestação ela visa obter por parte do poder público municipal através de correspondente de um projeto de lei que deve tramitar até de forma urgente na Câmera a regulamentação da Lei nº 13.640 que é uma lei sancionada no ano de 2016, ela minudência o que é transporte coletivo individual de passageiro. [..] De acordo com essa lei os veículos podem estar cadastrados em aplicativos de transporte ou qualquer mecanismo singular”, explicou.

O motorista de uma das vans que faz o transporte alternativo, linha Picos à Dom Expedito Lopes, Junior Sátira, falou sobre a sua indignação com o órgão de trânsito.

“Nós só fazemos o bem a Picos. Acordamos antes das cinco da manhã para trazer a população da região para deixar seus recursos aqui, mas isso não está agradando. Não temos um ponto onde parar, precisamos trabalhar”.

Nossa equipe conversou com o Secretário de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana de Picos, Edilberto Cirilo, que afirmou que o órgão não foi procurado por nenhum manifestante.

“ Nós nunca fomos procurados por eles para se falar sobre o a assunto. Segundo a manifestação, é justamente de quem faz o transporte irregular de passageiros, as vans regulamentadas não tinham nenhum participando, a cooperativa, o pessoal que roda regulamentado ninguém participou”.

O secretário ainda destacou qual a função do estado. “ A função do estado é cuidar da vida, é da dignidade as pessoas, é dar condições as pessoas em qualquer setor que você esteja. Nós temos um levantamento que depois que começamos a fiscalizar e acompanha todo o tipo de transporte nós reduzimos drasticamente o volume de vítimas fatais”.

 

 

 

Fonte: Grande Picos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here