Piauí: criança com doença rara no olho precisa de ajuda para fazer cirurgia

0

O garoto Ângelo Gabriel Policarpo Feitosa, de 3 anos, foi diagnosticado aos 2 meses de vida com PHVP (permanência hiperplásica do vitrio primitivo), doença rara que se caracteriza pela permanência da vasculares ocular fetal. A família é natural de Itaueira-PI. As informações são do JC24horas.

Segundo a família, o pequeno sempre fez acompanhamento oftalmológico desde a descoberta, assim como fazia a estimulação visual com tampão ocular todos os dias. Devido o problema sua mãe teve que abandonar o trabalho para se dedicar exclusivamente ao seu tratamento.

Infelizmente em meados de fevereiro seu quadro piorou após o desenvolvimento de uma catarata repentina, que fez o mesmo perder rapidamente a visão desse olho e hoje seus pais estão correndo contra o tempo para tentar reverter esse quadro e salvar sua visão.

Após indicação médica largaram tudo e foram para Recife em busca de tratamento, mais infelizmente não tiveram êxito. Em Recife receberam a informação que poderiam encontrar tratamento em São Paulo, mas que devido a raridade da doença só havia 3 profissionais que poderiam ajudar.

Em posse dessa informação partiram para São Paulo e desde então estão tentando tratamento. Tentaram por meio do SUS, mais não encontraram resposta e devido a urgência partiram para o particular. Encontraram uma profissional que faz, no entanto a cirurgia e feita no Hospital Albert Einstein e o valor foge da condição financeira dos pais.

Foi aí que amigos e familiares entraram na luta para tentar arrecadar o valor suficiente para a realização da cirurgia e conta com a solidariedade de todos.

    Divulgação

 

 

 

Fonte :   JC24horas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here