Obra de ponte no Piauí está parada há 20 anos

0

A obra da ponte entre Beneditinos e Teresina, que encurtaria a distância em 80 km, já dura 20 anos. Enquanto isso, os moradores se arriscam fazendo a travessia pelo Rio Gameleira.

A estrada até o povoado Buriti Alegre, zona rural de Beneditinos, é cheia de lama e muitos buracos. Nessa região fica a ponte sobre o Rio Gameleira, que ficou abandonada e o pouco que foi construído precisa de manutenção.

Parte da cobertura, que serviria de base para pista, sofre com a ação do tempo e de vândalos. O canteiro de obras tomado pelo mato afastou até quem fazia a segurança do local.

“Amarraram um vigia a noite, fizeram um assalto e levaram tudo aqui. Do que jeito que está dificulta até o acesso da polícia para combater tráfico de drogas na região, roubo de moto e carro. A gente fica a mercê dos bandidos”, contou o lavrador José Geraldo.

Cobertura da ponte foi arrancada por vândalos — Foto: Reprodução/TV Clube

Cobertura da ponte foi arrancada por vândalos — Foto: Reprodução/TV Clube

Licitada pela última vez em 2018, a obra que já deveria ter sido entregue custou milhões aos cofres públicos. O descaso revolta os moradores.

“Devido à ponte não estar construída, a própria população fez uma parte de tábua, porque a gente não pode ficar sem trabalhar. Estava toda em pedra, mas a construtora veio e retirou”, disse o vigilante Luís César Silva.

A estudante Fernanda Alves conta que quando necessita ir para as cidades vizinhas usa balsas como transporte. “Tem gente que se arrisca pela necessidade, mas se acontecer um acidente é perigoso para todos”, comentou.

O professor Antônio Moura e alguns alunos se acostumaram a atravessar o concreto rachado. Por causa da falta de acesso, a sala de aula tem ficado mais vazia.

“Com o aumento dos rios criou outra represa e a situação complicou. Pela falta da canoa impede o acesso deles à escola”, declarou Antônio.

Semana passada, parte da estrada dos Romeiros que dá acesso à ponte estava completamente alagado. Somente com a ajuda de canoas era possível trafegar. O mesmo cenário por onde o ônibus passa devagar.

A Secretaria de Transporte do Estado esclareceu que não houve abandono da obra pela empresa responsável, mas a paralisação temporária do serviço por causa de repasse financeiro para a construtora. A previsão é até final de abril a situação financeira seja normalizada e a obra retomada.

Em relação à estrada que dá acesso a ponte, a Secretaria informou que estar em licitação à execução do serviço de revestimento da rodovia que ligação Teresina a Beneditinos, mas não divulgou prazos.

Fonte: G1 Piauí

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here