Miniusinas gerarão R$ 200 milhões em investimentos no Piauí

0

O Piauí estuda a implantação de oito miniusinas de energia solar fotovoltaica por meio de parceria público-privada (PPP). Os sistemas serão suficientes para tornar o estado autossuficiente no consumo de energia dos prédios públicos. Uma audiência pública realizada na manhã de ontem (2) discutiu o assunto. Foram apresentados o edital de licitação, o estudo econômico-financeiro, aspectos técnicos, contrato, matriz de risco e garantias, além de serem dirimidas as dúvidas das empresas presentes.

De acordo Viviane Moura, superintendente de parcerias e concessões, o sistema de miniusinas já é aplicado em outros países e em algumas empresas privadas do Brasil, mas o Piauí será o primeiro estado a utilizar esse formato para o setor público. Ela diz que serão investidos mais de R$ 200 milhões e o edital prevê a contratação de quatro concessionárias.

“Estamos falando de uma economia de 14% para o Governo e autossuficiência no que diz respeito à energia consumida não só nos prédios públicos, mas também nos projetos estratégicos do Estado”, explica a gestora.

O secretário de Estado da Mineração e Energias Renováveis, Wilson Brandão, frisa que o Piauí é o quarto colocado no Brasil em geração de energias renováveis, ficando atrás apenas do Rio Grande do Norte, Bahia e Ceará. A meta é, em cinco anos, assumir a segunda colocação no país.

O projeto segue em fase de consulta pública até o dia 10 de julho. As empresas interessadas podem acessar mais informações aqui. A sociedade também pode enviar sugestões por e-mail ([email protected]). O edital de licitação deve ser lançado até o final do mês e o certame deve ocorrer em setembro.

 

 

 

Fonte: Cidade verde

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here