Exército faz balanço e relata 30 explosões de carros-fortes e caixas no Piauí

0

Um balanço divulgado pelo Exército na sexta-feira (28) mostra que o Piauí registrou 30 casos em 2018 de explosões a carros-fortes e terminais de autoatendimento. Os números foram apresentados durante reunião de membros da 10ª Região Militar do Exército com parlamentares federais. O encontro aconteceu no Hotel de Trânsito  de Oficiais, em Teresina.

Segundo o comandante da 10ª regional do Exército, General Cunha Matos, o uso de explosivos por criminosos manifesta comportamento distinto no Piauí e no Ceará. “No território piauiense, onde ano passado foram registrados 30 casos, os atentados são contra carros forte e terminais de autoatendimento. No Ceará, onde foram registrados 48 casos em 2018, a prevalência é em agências bancárias”, revelou Cunha Matos.

O general também apresentou dados sobre a operação Carro-Pipa desenvolvida no estado. Atualmente, 32 municípios piauienses são atendidos pelo Exército. Segundo o comandante, após decretar estado de emergência, os municípios levam até 60 dias para serem inclusos na operação. Em 2018, mais de 169 mil pessoas foram atendidas pelo programa no Piauí.

De acordo com o Exército, ano passado os estados do Piauí e Ceará receberam R$ 174,9 milhões dos quais R$ 161,1 milhões foram alocados para pagamento de pipeiros. “Então 92% dos recursos viraram água. Talvez seja por isso que o Exército continua no controle da operação”, afirma o comandante regional.

Produtos controlados

O Exército também trabalha no controle de armamentos. Em 2018, foram emitidos 3907 certificados de registro para posse de armas. Em 2019 o número já chega a 1564 certificações na região. O Exército possui uma Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados, com sede em Brasília.

Desde 2010, a 10° Região Militar já destruiu mais de 53 mil armas apreendidas.

Tiro de guerra

O Exército prevê a implantação de um tiro de guerra no Sul do estado, em São Raimundo Nonato, já aprovado pela Câmara Municipal.

BR-222

Atualmente a corporação trabalha na construção da BR- 222 na região de Batalha do Piauí. O senador Elmano Férrer (PODEMOS) e o deputado federal Júlio César (PSD) participaram da reunião. O Piauí é o único estado da federação que possui dois batalhões voltados para a área da construção.

“Os Batalhões de Engenharia e Construção aqui de Teresina e de Picos estão empenhados na BR-222, no município de Batalha. É a principal obra da engenharia no Piauí do Exercito Brasileiro”, informa o comandante.

Os dois batalhões piauienses também trabalham em rodovias do Maranhão e em frentes de retificação de obras da transposição do Rio São Francisco.

Para o senador Elmano Ferrer, o trabalho do Exército é um importante apoiador da infraestrutura do estado. “Historicamente a corporação contribui com obras para o Piauí, já chegou até a construir conjuntos habitacionais. Agora mesmo com as operações carro-pipa garantem o abastecimento da população atingida pela seca”.

 

Fonte: Cidade Verde

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here