Erivan Lopes deve ser candidato único na eleição do Tribunal de Justiça

0
Foto| Reprodução.
Desembargadores que integram o plenário do Tribunal de Justiça do Piauí realizam nesta segunda-feira (21) a eleição para escolha do novo presidente da Casa. O mandato é considerado “tampão” já que terá duração de apenas seis meses.
O Conselho Nacional de Justiça autorizou que o atual presidente, desembargador Erivan Lopes, concorra à reeleição. De acordo com informações da assessoria do Tribunal, até o momento ele é candidato único. Mas segundo o regimento do Tribunal, os demais desembargadores possuem até hoje para se inscreverem.
Minutos antes da sessão, o desembargador que irá comandar o processo irá perguntar se mais alguém tem interesse em concorrer. Se não houver nenhum outro interessado, a reeleição de Erivan estará garantida. O mandato tampão terá início no dia 1º de junho e o término ocorrerá no dia 6 de janeiro de 2019.
O Tribunal de Justiça do Piauí possui 20 desembargadores. O mais novo a integrar a Corte é o desembargador Olímpio Galvão que assumiu recentemente a vaga. Segundo o regimento, até ele pode ser candidato.
“O CNJ determinou que o Tribunal fizesse uma eleição para um mandato extraordinário, ou seja, um mandato tampão. Esse mandato vai de 1º de junho, quando termina meu atual mandato, até o dia 6 de janeiro do próximo ano. Todos os desembargadores são elegíveis para o cargo, inclusive o desembargador Olímpio Galvão, que acabou de tomar posse. Qualquer desembargador pode concorrer aos quatros cargos que estarão em eleição”, disse Erivan.
Fonte: Cidade verde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here