É transferido para penitenciária preso que testou positivo para covid-19

0

A Polícia Federal transferiu na tarde desta segunda-feira (18), para a Penitenciária Major César, o preso diagnosticado com covid-19 que havia sido detido na Operação Delivery, deflagrada na última terça-feira (12/05). Ele estava preso na penitenciária Irmão Guido, quando testou positivo para a doença.

A PF informou que foi montada previamente uma estrutura de transporte e recebimento do detento, em virtude de sua contaminação pelo coronavírus. “Esclarecemos que todos os protocolos previstos pelo Ministério da Saúde foram rigorosamente seguidos”, disse a PF em nota.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, o preso foi encaminhado para uma ala adequada da Major César indicada pela Secretária de Justiça.

O suspeito foi preso na última terça-feira durante a Operação Delivery, que investiga desvio de verbas para comprar livros didáticos no município de União.

No ato da prisão pela PF, foram feitos dois testes para Covid-19, no primeiro testou negativo, mas depois foi feito um segundo que testou positivo. Foi o primeiro caso registrado no sistema prisional.

A operação

A operação prendeu cinco suspeitos no dia 12 de maio por desvio de mais de R$ 500 mil de verbas federais destinadas à prefeitura de União. Eles podem responder por penas que somam até 60 anos de prisão. O secretário municipal de Educação, Marcone Martins, e um vereador foram presos na operação.

O nome da operação é justificado pelo transporte de R$ 379 mil em espécie, no dia 1º de maio de 2020 em veículo alugado pela prefeitura de União, em posse de dois funcionários municipais que não esclareceram a origem dos valores à polícia no momento do flagrante.

Fonte: Cidade Verde

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here