Dor no nervo ciático: tudo o que você precisa saber para evitar o problema

0

Também conhecida simplesmente como ciática, a dor no nervo ciático é causada por diversos fatores. Aliás, não é incomum ser sentida por praticantes regulares de atividades físicas ou por atletas. O problema surge no ciático (também chamado de isquiático), o principal nervo dos membros inferiores e o maior do nosso corpo.

Este nervo ciático inicia na lombar, passa pela região dos glúteos e por toda a perna, até chegar ao dedão do pé (hálux). Ele é o responsável pelas articulações do quadril, joelhos, tornozelos, músculos posteriores da coxa e os músculos e sensibilidade das pernas.

A dor pode acontecer em qualquer parte do nervo ciático. Se caracteriza pela persistência e com graus variados de intensidade.

Dor no nervo ciático

O incômodo é fruto de inflamação que é a resposta que o corpo dá a um componente que o agride. Ela se manifesta por meio da liberação de várias substâncias, da lesão celular para o ambiente extracelular, que irão desencadear uma cascata de acontecimentos como edema, rubor, dor e limitação da função.

Quando esta estrutura está inflamada, a dor pode irradiar por toda a área de sua extensão – da região lombar até os pés – e limitar movimentos e sensibilidade.

Sintomas

A dor no nervo ciático pode variar de pessoa para pessoa, e pode depender do local da dor e dos fatores que podem estar por trás dela. Mas, de modo geral, os principais sintomas da dor ciática são:

– Dores persistentes;

– Formigamento;

– Dormência;

– Fraqueza muscular;

– Sensação de agulhadas;

– Perda de sensibilidade e/ou diminuição dos reflexos na região dolorida do nervo;

– Dores exponenciais nas pernas, acompanhadas de tosse ou espirro;

– Dores exponenciais quando o paciente, estando deitado, eleva o membro inferior.

Diagnóstico

Quem convive com do tipo acaba perdendo qualidade de vida, pois, além das dores, podem surgir limitações para a movimentação que impedem atividades diárias e prazerosas, como tarefas do trabalho e a prática esportiva. Assim, é importante buscar um médico para tratar a condição o quanto antes.

Tratamento

O tratamento do nervo ciático pode ocorrer isoladamente, mas as causas são tão diversas que é recomendado fazer uma investigação aprofundada para descartar a possibilidade de questões mais graves e evitar recidivas.

O uso de remédio para nervo ciático é importante, mas deve sempre levar em conta os cuidados relacionados às outras patologias que cada paciente possa ter. Em casos mais sérios e escassos, até mesmo intervenções cirúrgicas podem ser indicadas.

 

 

 

 

Fonte: Estadão Conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here