Denúncia aponta que hospital teria contrato com preços exorbitantes para fazer diálise

0

Uma denúncia anônima, mas provavelmente feita por um paciente renal que sofre com os atrasos de medicamentos e falta de repasses do governo para deslocamentos, indica que uma empresa teria realizado contrato, por dispensa de licitação, com o Hospital Tibério Nunes, em Floriano, para fazer diálise com preço bem acima do mercado.

Os relatos iniciais encaminhados ao Tribunal de Contas do Estado são da seguinte forma: “venho solicitar a este Tribunal que verifique a legalidade do contrato em anexo da Secretaria de Saúde do Estado. O estado contratou, sem licitação, esta empresa [a França Serviços Médicos LTDA], para alugar máquinas para realizar diálises nos hospitais do interior do estado.

Mais na frente informa que “cada hospital vai repassar para esta empresa 35.000 mil reais por mês, preço 30 vezes superior ao preço de mercado, sem contar que todos os insumos e funcionários ainda serão pagos pelo estado”.

E compara: “Para ter uma ideia, uma sessão de hemodiálise, paga pelo SUS, com todos os insumos e funcionários pagos pelo dono da clinica custa apenas 190,00 reais, e o aluguel de uma máquina desta pelo fabricante custa apenas 1500,00, quase 25 vezes mais barato”.

Chamado a se manifestar nos autos o Secretário de Saúde não se pronunciou.

Diante do silêncio, a equipe técnica do Tribunal de contas sugeriu que os autos deste processo sejam encaminhados a Diretoria Processual para fins de citação do atual gestor do Hospital Regional Tibério Nunes, Edmar José de Figueiredo, para que se manifeste a respeito da denúncia.

Também foi solicitado o contrato com a empresa Franca Serviços Médicos Ltda, que é localizado no bairro Piçarreira, em Teresina.

 

 

Fonte: Por Rômulo Rocha – Do Blog Bastidores

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here