Crea debate regularização fundiária em Picos

0
Foto: José Maria Barros/JPOnline.

O Conselho Regional de Agronomia e Engenharia do Piauí (Crea-PI) realiza em Picos nesta sexta-feira, 27, o seminário sobre procedimentos e regularização fundiária urbana e rural. O evento reúne representantes dos mais diversos órgãos ligados ao setor, como Incra, Interpi, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Fetag.

O seminário acontece no auditório do Crea em Picos e atrai um número expressivo de pessoas. Segundo a organização, o público-alvo são os profissionais,  trabalhadores rurais e pessoas de baixa renda que estão com seus imóveis irregulares, mas também estudantes.

Ao realizar o seminário o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí tem como meta discutir e ouvir sugestões sobre os problemas fundiários da cidade de Picos, visando buscar melhorias de vida para a sociedade.

O presidente do Crea-PI, engenheiro agrônomo Raimundo Ulisses de Oliveira Filho fez abertura do evento e destacou a importância da pauta em discussão. Agradeceu também a presença dos representantes da Inspetoria Regional de Picos e dos demais segmentos presentes ao seminário.

“O propósito do Crea é levar essa discussão para sociedade! Nós temos hoje no Brasil como um todo, e também no Piauí, a questão das pessoas que moram na terra há vários anos e não têm o título. Isso cria certa insegurança para a pessoa” – relatou.

Diante desse quadro, o presidente do Crea disse que a entidade com esses seminários quer discutir esse tema e vê quais são perspectivas para que as pessoas consigam regularizar a área e, consequentemente, adquirir o título de posse da terra.

A partir disso – continua Ulisses Filho – ele alcança a segurança da família. No caso da zona rural para morar e na zona urbana para produzir. “Sem falar que isso pode gerar recursos para a Prefeitura e a economia local, pois essa regularização permite que a pessoa possa fazer negócios, vender e comprar” – pontua o presidente do Crea.

Programação

O seminário teve início às 9 horas da manhã com discurso das autoridades e depois a primeira palestra sobre Conjuntura da situação fundiária no Piauí e experiências no judiciário, em seguida o painel Regularização Fundiária Rural.

Na parte da tarde, palestra com o tema Perspectiva do Núcleo Fundiário do Estado do Piauí, Painel de Regularização Fundiária Urbana, Mesa de debates de todas as entidades e as 17h30 encerramento.

 

Fonte: JP Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here