Cerca de 30 mil veículos retornam do litoral para Teresina após páscoa

0
Foto: Ilustrativa.

O

inspetor Alexandre Cruz da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de plantão no posto 1 na rodovia BR-343 informou que cerca de 30 mil veículos estão passando da região do litoral para Teresina a partir deste7h30 deste domingo (1º). No sentido Teresina-Litoral passaram cerca de 22 mil.

Segundo o inspetor, a partir das 7h30 o fluxo do litoral para Teresina começou aumentar mais cedo do que em anos anteriores. Ele acredita que esse comportamento se deve ao fato que na sexta-feira (30) os motoristas enfrentaram dificuldades de viajar devido aos bloqueios nas rodovias ocorridos por causa das águas das chuvas.

Segundo Alexandre Cruz de 7h30 até às 11h20 houve congestionamento intenso na rodovia porque uma empresa contratada pelo Departamento de Estradas e Rodagens do Piauí (DER) estava recuperando o trecho que ficou interditado na BR-343 equivalente a frente da empresa Hot Sat que na sexta-feira foi tomado pelas águas.

Ele disse que a partir das 12h o fluxo foi menor de carros passando porque é o horário que o pessoal vai almoçar.

“Mas tudo ocorreu sem incidente. O congestionamento que ocorreu foi por causa das obras de recuperação do trecho em frente a Hot Sat”, declarou o inspetor Alexandre.

Ele informou que foi realizado reparo ainda no Km-316 da BR-343 próximo a Altos que rompeu e foi interditado na sexta-feira (30).

Em relação ao bloqueio da rodovia 343 equivalente ao trecho próximo Cooperline, o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito) vai enviar operários e técnicos para iniciar a reconstrução do trecho aberto na noite de sexta-feira que arrastou 3 carros e feriu quatro pessoas levemente, entre elas uma criança.

O inspetor Alexandre Cruz disse que o trecho que está interditado é mais usado pelos motoristas de caminhões e carretas que fazem o transporte de cargas do Pará, Amazonas, Fortaleza.

A rodovia continua interditada com grande riacho aberto que durante o rompimento da rodovia alagou, jogou muita lama em 15 residências dos bairros recanto das palmeiras.

Fonte: Meio norte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here