Bandidos não encontraram dinheiro na agência do BB

0

As primeiras investigações da Polícia Civil a respeito do assalto as agências do Banco do Brasil e Caixa, ocorrido na madrugada dessa terça-feira (03), no municipío de Piracuruca, revelam que os criminosos integram o Bando do Cangaço, conhecido por possuir armas de grosso calibre e por agir de forma violenta em suas ações.

A polícia aponta ainda que os criminosos só explodiram a agência da Caixa Econômica, por não ter encontrado dinheiro no Bando do Brasil, já que nos caixas eletrônicos do BB só possuía cheques em seu interior. As imagens do circuito interno de segurança registraram toda a movimentação do bando.

Os bandidos ainda não foram localizados. A suspeita é de que pelo menos 15 suspeitos tenham participado do assalto. A investigação do crime segue a cargo do delegado Hugo Alcântara.

Quadrilha explode Banco do Brasil e Caixa Econômica de Piracuruca

Na madrugada desta terça-feira (03/04), criminosos fortemente armados explodiram as agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal do município de Piracuruca. A ação aconteceu por volta de 02h30.

Moradores da cidade entraram em pânico já que há mais de um ano a mesma agência do Banco do Brasil foi alvo de bandidos e vários clientes foram mantidos reféns.

De acordo com o vigilante Manoel Mata, em entrevista ao portal Piracuruca ao Vivo, os bandidos agiram perigosamente. “Eram três carros, uma Amarok preta e dois carros pequenos. Eles saíram em direção a cidade de Parnaíba, mas antes de sair dispararam duas vezes, não sei se foi para pegar em mim ou foi para cima só para assustar, porque eu estava de costas, mas passaram atirando”, detalhou.

O sargento Vaz, da Polícia Militar de Piracuruca, afirmou que a guarnição ficou recolhida no quartel até a chegada do reforço. “Por volta de 02h a gente se recolheu para o quartel, estava tudo em silêncio. Então aproximadamente 20 minutos depois escutamos o tiroteio do lado da companhia, a gente se resguardou dentro do quartel porque não sabíamos de onde vinha os tiros, a população nos informou através de ligação que estava ocorrendo o assalto nos dois bancos, ligamos pedimos o reforço na região para que a gente pudesse sair do quartel para averiguar a situação com maior clareza”, disse.

Uma viatura comandada pelo capitão Albuquerque se dirigia até a cidade de Piracuruca para dar reforço na região quando se envolveu em uma colisão. De acordo com informações, um veículo modelo Agile, ocupado por quatro pessoas não respeitou a ordem de parada da PM que realizava bloqueio na BR-343, sentido município de Brasileira e acabou colidindo com uma viatura da polícia. Os ocupantes foram abordados e foi constatado que não havia envolvimento no crime.

“Em deslocamento para a cidade de Piracuruca a gente estava abordando os veículos suspeitos quando houve uma colisão com a viatura, mas só foi danos materiais. Era um carro com quatro pessoas, foi prestado socorro sem danos maiores. O que importa é que estamos com todas as guarnições da região para prender esses criminosos”, declarou.

Fonte: Meio Norte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here