Após 16 dias, morre vigilante baleado durante ataque a carro-forte

0

Morreu na tarde desta quarta-feira (07/03), o vigilante Carlos Henrique, da empresa de segurança privada Prosegur, ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital particular de Teresina desde o dia do crime. No último sábado (03), o vigilante teve morte cerebral constatada, de acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Valores e Similares (Sindvalores).

Carlos Henrique foi baleado na cabeça na tarde do dia 19 de fevereiro deste ano na BR-343, entre as cidades de Altos e Campo Maio. O vigilante estava com outros três seguranças fazendo a segurança de um carro forte que transportava dinheiro quando o veículo foi atacado por bandidos armados. Na ação, Carlos Henrique e um colega foram baleados.

O carro-forte seguia de Piripiri para Teresina e transportava mais de R$ 1,2 milhão, que foram roubados por quatro assaltantes mascarados e fortemente armados. No mesmo dia, um outro carro-forte da empresa de segurança privada Cet-Seg, também foi atacado e explodido, deixando dois seguranças feridos, na rodovia BR-334, no povoado Estaca Zero, entre os municípios Água Branca e Alagoinha.

Fonte Meio norte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here